Relações Fast Food

quarta-feira, 5 de abril de 2017


Chega ser engraçado como as pessoas te julgam sendo que só te conhecem de modo superficial. Não sabendo nada do que você já passou ou do que você pode acrescentar á vida delas. Relações vazias e sem sentido. Ninguém quer ter tempo de conhecer o outro. Paciência pra que né? Tudo é tão rápido. Gosta em 15 minutos e desgosta em 5.
Sentimentos são jogados no lixo, não valem nada mesmo. É o que a maioria das pessoas acha. Mas não é porque você é assim que o outro também é. E se o outro tá alí á sua espera cheio dos melhores sentimentos á oferecer, disposto a escutar, a falar ou só ser uma boa companhia mesmo. 
Eu estou cada vez mais conformada de que o amor é pequeno e egoísta. Ou ainda que ele nem exista. É tudo uma farsa criada pra gente criar expectativas, se iludir, se decepcionar e ficar triste. Por tudo o que eu já vivi e já pude presenciar na vida das pessoas eu chego á essa conclusão. 
É triste, mas é verdade. 
Relacionamentos são tipo fast food. Você olha acha incrível, fica com vontade, dá uma chance, experimenta e quebra a cara. Se decepciona porque não era tudo o que esperava, não era tudo o que parecia. Mas é tão simples de resolver isso, é só nunca mais pedir o mesmo lanche, não ir mais naquele lugar. Uma mordida e você já pode deixar de lado toda a metade. Pronto, resolvido!
Mas os sentimentos não são bem assim, as pessoas não são bem assim. E eu fico me perguntando quando vamos perceber isso? Será que ao menos vamos parar um pouquinho de olhar para o nosso próprio umbigo, se arriscar e perceber que nem sempre o mais importante é ter razão?
A sensação de estar certo é boa, mas do que adianta ter razão se você não é feliz, se sempre falta algo e sempre se sente vazio? Não faz sentido. Vamos olhar com mais atenção, deixar as relações fast food de lado e apenas apreciar uma tarde ao lado de alguém querido. Na verdade, lá no fundo todos nós sabemos que nem é tão complicado assim, nós que complicamos. 
De qualquer maneira, não tá fácil amigos. Não tá fácil.

31 comentários:

Nah Souza [Responder comentário]

Vaaaaaal! Texto me descreveu, simplesmente amei a comparação!


Beijos da Nah
www.oxifalei.com.br
Instagram: @oxi.falei
Snap: nath.thamires
Youtube: Oxi,falei

Thay Dreams [Responder comentário]

Amei o texto, bela comparação.
Infelizmente as pessoas preferem relacionamentos rasos a se jogar no outro!
http://thaydreams.blogspot.com.br

Veronica Lucy [Responder comentário]

Wow, wonderful post, love it! ♥
Maybe follow for follow? :)

veronicalucy.blogspot.com

Raquel [Responder comentário]

Ai, relacionamentos são mesmo bem complicados. Eu era meio descrente do amor (ainda sou um pouco), mas acho que a gente tem que ter paciÊncia. Aliás, pra todo tipo de relacionamento. Com qualquer relação social o jeito é ter paciência e se pôr no lugar do outro. A gente vive numa geração que quer as coisas muito rápido e logo se desinteressa, mas não pode ser assim pra tudo. Mas com as pessoas certas sempre dá certo, é só insistir um pouco x)

Beijo!
http://tipsnconfessions.blogspot.com

Bruna Morgan [Responder comentário]

Infelizmente a maioria das relações está nessa situação, as pessoas estão com medo de se machucarem várias vezes e acabam perdendo oportunidades boas de conhecer outras pessoas.

Com amor,
Bruna Morgan

Adriana Leandro [Responder comentário]

Infelizmente os relacionamentos são complicados. Ninguém ensina as crianças como se relacionar (acredito que tudo começa na infância) e quando nos tornamos adultos ficamos perdidos sem saber o que fazer. É tanta desilusão que o amor está cada vez mais passageiro. Só espero que ele nunca acabe.
Bjus!

galerafashion.com

Leidiana Pereira [Responder comentário]

Eu gostei da sua reflexão, e é a mais pura verdade, nos decepcionamos e muito com o amor e ele é como um fast food mesmo, ficamos naquela vontade, pela aparência dele degustamos e no final, ele nos trás a dor de engordar ou não ficar saudável.
A vida é essa, fazer o que né? =/
Beijos. ♥

Diário da Lady

Nathália Iury [Responder comentário]

Oi sua linda! Gostei muito do seu texto, porém você não precisa acreditar que o amor é tão superficial assim sabe? O amor existe sim! Você se ama? Então, ele existe! Nós só temos que saber apreciá-lo um pouco mais, saber enxergar nas coisas mais simples, como natureza, animais e etc. O amor não existe apenas em relacionamentos, ele está em tudo, temos que saber enxergá-lo! E sim, os relacionamentos estão cada dia mais bosta, mas pelo simples fato de não nos esforçarmos, pelo simples fato de saber que existe mais de milhões de pessoas, não existe apenas aquela que está ali na nossa frente, então por qualquer motivo acabamos descartando elas. Triste, mas real! As pessoas só precisam olhar além disso. :) Beijos. ♥

BLOG NAH BOA || INSTA @NAHBOA || CANAL NAH BOA

Carla Wolf - Vestindo Ideias [Responder comentário]

Ai que texto profundo! Acho complicado falar de sentimentos, é difícil não conseguir tratar alguém como um lanche, se envolver é mega complicado.

www.vestindoideias.com

Cristiane Andrade [Responder comentário]

Realmente não tá fácil, acho que nunca foi. Eu acho que o mais complicado é o egoismo e a razão de sempre querer está certo, muitas pessoas sonham e idealizam uma amizade/amor que não existe e quer sem defeitos e do seu próprio jeito, mas também esquece que precisa "sacrificar" algumas coisas, ceder e etc.. Muito difícil falar de sentimentos mas eu acho que de uma maneira geral é isso..
http://www.corujasemasas.com.br
Beijos! <3

Thalita Maia [Responder comentário]

super concordo. Ao invés de criticarem deveriam ajudar de alguma forma ou já que não vai ajudar que também não critique. Mas criticar é meio mais fácil pra essas pessoas. Infelizmente.

Beijos,
www.thalitamaia.com

Tay Ribeiro [Responder comentário]

Ta bem complicado se relacionar com as pessoas, esses dias eu percebi que me afastei de todos os meus amigos e nem o motivo sei. Sabe quando a gente acha que não tem mais nada em comum com ninguém e que ninguém pode te entender e ficar muito tempo? Então
Beijos
http://lolamantovani.blogspot.com.br/

Juliana Ferreira [Responder comentário]

Muito real esse texto e o momento que nós vivemos hoje. Adorei

Beijos
https://pimentasdeacucar.blogspot.com.br

Thayse Stein [Responder comentário]

É realmente difícil levar uma relação a sério porque as pessoas tem medo de demonstrar os sentimentos, medo de "se entregarem", né? Realmente, não tá fácil e temos que valorizar relações verdadeiras e recíprocas nas nossas vidas!


Beijos
Brilho de Aluguel

O Conto da Amanda [Responder comentário]

Olá, tudo bem?
Concordo contigo, as pessoas gostam de julgar rapidamente e dizer que conhecem cada pessoa sem saber o que se passa com ela em seu interior.
Beijos
http://amandastale.blogspot.com

Canal Marcela Miranda [Responder comentário]

Nós complicamos muito as relações, seja as amorosas quanto as de amigos e familiares Hoje em dia, sei parar e apreciar o momento com cada um da minha vida porque foi preciso um choque de realidade pra eu valorizar cada ser humaninho que me rodeia.
Chega mesmo de relações fast food
Um beijo,

http://lesjoursdemarcela.blogspot.com.br

Camila Faria [Responder comentário]

Difícil mesmo Váh, as pessoas estão cada vez mais vivendo esses relacionamentos superficiais, ninguém mais quer se entregar de corpo e alma. Medo de sofrer, talvez? Ou puro egoísmo mesmo... :(

Um beijo!

Mari Dahrug [Responder comentário]

HOje em dia isso parece que está cada vez mais comum, infelizmente. Ou será que sempre foi assim? Triste e real.

Beijos
Mari Dahrug
https://www.rabiskos.com.br/

Renato Almeida [Responder comentário]

Olá, tudo bem?
Pois é, o mal da humanidade é essa mania de julgar sem de fato conhecer o outro ou buscar entendê-lo. Só bastava se colocar no lugar do outro, antes de se achar apto para apontar o dedo, mas isso raramente acontece.

Adorei o texto!
http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

Yanna [Responder comentário]

Adorei o texto, também acho que os relacionamentos hoje em dias estão bem fast food mesmo. Mas não desista do amor não, nem todas as pessoas são iguais, eu tenho certeza que quando você menos esperar, uma pessoa especial vai aparecer na sua vida, pode acreditar!!
Beijoos
Yanna Karim

Eleine Pereira [Responder comentário]

Adorei!

http://iameleine.blogspot.com/

Marcelo [Responder comentário]

Eu penso que as pessoas não deve se prender a pessoas e relacionamentos que são uns verdadeiros vampiros emocionais, sugando a vitalidade das pessoas.

Mas acredtio que hoje nas relações com as redes sociais os relacionamentos estão mais vazios, coisas de compartilhar foto. Coisas tão rasas como dar um math no tinder

Walter Segundo [Responder comentário]

adorei o texto :)

O Planeta Alternativo

Nana Barcellos [Responder comentário]

Oi Val,
Que texto maravilhoso e amei essa gif também.
Tive alguns relacionamentos assim quando era mais nova, inclusive com parentes que nem falo hoje em dia. Hoje, prefiro ficar no meu canto, com meus pais e meu irmão, refletindo e cuidando, para depois quem sabe tentar de novo.

tenha um ótimo final de semana.
Fizemos algumas mudanças no Obsession Valley, e com isso mudamos o nome. Venha conhecer o Canto Cultzíneo!
Nana - Canto Cultzíneo

Simone Benvindo [Responder comentário]

Eu cheguei a pensar assim do amor, até perceber que ser pequeno e egoísmo não é amor. O amor é muito maior que isso, o amor é bom. Mas quando olhamos pro lado e não o vemos pensamos que ele não existe. Mas amor é escolha, Ter amor no seu coração não significa que irá ter no coração dos outros. As pessoas estão ocupadas demais com seus egos inflados e esquecem da melhor parte da vida, que é amar de verdade. Então se sente que falta mais amor, escolha ter mais amor em seu coração e compartilhe isso sempre. Não espere receber nada em troca, mas pode acreditar um dia ele floresce igual o gif que você escolheu. <3
Charme-se

Ana de Oliveira [Responder comentário]

Esse texto me resume no passado. Sempre dificultava tudo, tanto em relacionamentos, tanto em amizades. Só quebrava a cara! Quando comecei a me levar mais a sério, e ser mais tranquila em relação a tudo, as coisas começaram a dar certo. Não complico nada, e fujo de quem começa a complicar haha
Beijos
http://penultima-janela.blogspot.com.br/

Somos Visíveis e Infinitos [Responder comentário]

Oi Miga, td bem?
Vc sabe q eu super me identifico com as coisas q vc posta né? Tanto aqui quanto no twitter e esse texto definiu exatamente como eu me sinto. Não sei nem o que te dizer porque também busco uma explicação pra isso a todo momento... Não sei o que tá acontecendo com as pessoas e sei também que muitos estão se sentindo assim :(
Beijos
www.somosvisiveiseinfinitos.com.br
Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=fzXVXyTfi9w

Sté Maciel [Responder comentário]

Não ta fácil mesmo, Váh! Por menos relacionamentos assim!

Beijão, mariasabetudo

Graziela Oliveira [Responder comentário]

que texto mais lindo! amei muito! o amor verdadeiro chega quando você menos espera ;)

www.blogamorarosa.com

Debora Dahl [Responder comentário]

O mundo ta cada dia mais triste mesmo... mas para te ser sincera, é de se esperar. Porque o mundo não conhece a Deus, e Deus é amor! Amor verdadeiro é sacrificial, daqueles que da a vida por voce, que coloca o outro antes de si. E o mundo so quer gratificacao instatanea! Aguenta ai Vah, aguenta que o amor existe sim, está em Deus e naqueles que conhecem a Deus. 1 Joao 4:7-8
:*

www.deboradahl.com

Bruna Pezzan [Responder comentário]

Amei a sua reflexão! Não apenas porque concordo plenamente, mas também porque compartilho dos mesmos sentimentos que você.
A verdade é que se relacionar com o outro, ultimamente, anda muito difícil.
Eles podem até gostar de você, mas não querem arriscar a forma de vida que possuem em prol disso. Conclusão: é olá e adeus. "Não queremos nos apaixonar, então vamos ter um breve contato e ir embora logo em seguida".

As pessoas estão ficando mais vazias. Tudo se resume nisso.
Cadê a coragem de se arriscar pura e simplesmente?

Não, não tá fácil. Viver na geração " McDonald's" é muito complicado! Aliás, complicamos uma coisa que deveria ser simples. Muito simples.

www.brunapezzan.com

Deixe seu comentário aqui

Hey I'm With The Band: Relações Fast Food